Olhar de Flor

Então, se eu fosse mar
Amando mais que pude ser
E me perdesse no olhar
Vivesse a te satisfazer
E eu que era tão fugaz
Seria bem menor que nada
Nada mais que um sol
Esperando teu pedaço
De mim

Mas nada que eu vier fazer
Vai apagar o que eu comecei
Relógio que bate no sinal
Coração de lata no final
Seguindo as gotas que seria
A chuva que eu mais queria
Pétalas de amor e flor
Da mulher que tanto quis
Minha distinta flor de lis

Feliz como quem conhece
O andar das carruagens
No cartão postal
Do teu coração…

************************************

Então, ontem numa conversa muito interessante sobre olhos e mulheres, veio a inspiração pra esse distinto poema. Como eu sou educado, vou esconder a musa. Espero que ela pelo menos leia…

Abraços a todos

Anúncios

2 pensamentos sobre “Olhar de Flor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s