O Calabouço

Sim

Tonel de ar e fúria

Doendo na caixa escura:

Sabor, Tempero e mágoa.

Páginas escritas de um diário secreto;

São só palavras vagas de um lino olhar,

Constantes devaneios em notas fortes

Fáceis retratos da rotina militar.

Pedaços de pesadelos….

Anúncios

7 pensamentos sobre “O Calabouço

  1. Vc anda triste né?!

    Tristeza não tem fim, felicidade sim…

    Será por isto que tb anda sumido … saudades de vc.
    😉

    Eu leio, urban, só não comento. Digamos que seja pra me dar um tempo…

    um xêro

  2. como sempre… me deixou pensativa!!!
    Ah… a Renata do poema… sou eu… lembra… nunca mais consegui comentar, porem desde então sempre passo e paro pra ler… sempre mesmo!

    Uia! Volte sempre…

    beijos… e boa sorte no rio, só agora pude dizer!!!

    Valeu…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s