Piano…

71079841.jpg

Eu que queria ficar
Me perdi esperando um talvez
Me surgi, fui ficando de vez
Entoando canções de um lugar
Que eu nunca esqueci
De um país que não visitei
De uma pátria sedenta de sangue
Entre lágrimas de aldeias
Reduzidas a pó

Pó de estrelas e arroz
De fadas, talvez
De um conto inglês
Sem final
Só o som
Do piano eterno a tocar
Desafinação…

Anúncios

5 pensamentos sobre “Piano…

  1. Seus posts são surpreendentes e lindos, claro!

    Ainda ontem quando estava me dirigindo a sala de aula, na UFPB; passava pelo de partamento de Música, onde ouvia o som de um piano, parece coincidência, não???

    Esse é um texto muito denso, capaz de transgredir toda e qualquer solidez de um corpo aou alma.

    Parabéns!!!!

  2. Um pouco solitário, mas ainda ssim ha um toque sutil de extrema elegância. Saiba que vim parar aqui via ácido poético, e creio que foi interessante ouvir e sentir você, que Uivaaaa tão bem ao lado de um bom e velho piano.

    BeijUivoooooooooooooooooooooooosssssssssssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s