Pesadelo, precipício, pré-juízo


A verdade existe além do homem

Pra esquivar-se do caos e da ruína

Substituindo a natureza virgem

Que, embora morta, vive em mim

Criando virtudes e dissecando poesias

Na monotonia bucólica do fim dos dias….

Fácil como o tempo que se dobra

Meu cabelo voa num momento

E pára, inconformado

Na alameda escura do meu coração

Anúncios

10 pensamentos sobre “Pesadelo, precipício, pré-juízo

  1. Prefiro o caos à verdade nua.

    Quer coisa mais horrenda que ver a verdade se despindo?

    Embora a verdade tenha tantas formas e tantas facetas, muitas deleas são assustadoras.

    Saudade de suas palavras doidas. rs :]

    Beijos! ;*

  2. oi Poeta!
    Estive fora tanto tempo, saudades de vc.
    Adorei “melancolia bucólica do fim dos dias” … só vc …

    Fiz uma denúncia lá no blog, depois dê uma olhada … E tem post erótico tb.

    xêro e saudade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s