Conversa…

– É tarde.

– Não acho. Depende de como se pensa nesse problema. Para mim, por exemplo, ainda é bem cedo. Na verdade, ainda é cedo mesmo.

– Pode ser. Não pensei nisso ainda.

Silêncio breve.

– E quando ele souber? – disse um pouco aturdida.

– E desde quando ele precisa saber?

– É mesmo – respondeu resignada.

Silêncio breve.

– Queria um cigarro, você tem?

– Claro – acende.

Fumam, olhando pras luzes da cidade de cima do bloco da 510 norte. Gostavam de ir até o terraço desde sempre. Agora ali seria sempre o seu espaço.

– Eu não sei ainda, sabe? É difícil. É uma situação pra qual a gente não se prepara. Eu tenho medo.

– Medo? Foi isso que você sentiu?

– Claro que não – ela sorri – Você sabe que foi bem mais que isso.

– Então me beija de novo e deixa seu namorado pra lá pelo menos essa noite.

Se beijaram sob as estrelas do planalto central. Duas mulheres, duas amigas de infância, Carolina e Ana, descobrindo seus mistérios.

O Morango Com Gengibre está de volta. Aproveitem, é por tempo limitado. 

 
 

  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s